Friday, June 02, 2017

O Gênesis de Belo Horizonte em capítulo único com 11 versículos [ilustrado]

1.     Primeiro os antecedentes:

2.     No dia 23 de setembro de 1894, Pietro Lavalle abre um bilhar em Belo Horizonte, que ainda nem existe.

3.     O Cemitério do Bonfim recebe Bertha Jeaguer, sua primeira inquilina, no dia 7 de fevereiro de 1897. Não fica sozinha por muito tempo, já que o primeiro surto de varíola da cidade acontece no dia 9 de abril. No dia 10 de agosto inauguram o Grande Hotel, onde o pintor Correa e Silva faz a primeira exposição da cidade no dia 12 de dezembro.

4.     Depois vem o resto, no ano de 1898:

5.     No dia 16 de janeiro temos nosso primeiro agente de correio [Sebastião Maggi Salomon] e nosso primeiro assassinato [Rafael Stalluci passa Adriano Chidilo na faca].

6.     Fabrico nosso primeiro bloco de gelo a fábrica de cerveja de José Bells no dia 3 de fevereiro, pouco antes do Carnaval. Nove dias depois, a casa comercial “Belo Horizonte” de Antonio M. da Silva Carvalho nos oferece a primeira falência.

7.     No mês seguinte tomam posse nosso primeiro juiz, Edmundo Lins, e nosso primeiro promotor, Francisco Borja de Almeida, no dia 22 de março. A cidade começa a parir seus próprios bacharéis pouco depois, no dia 5 de abril. No dia 16 chegam 490 mudas e sementes do Jardim Botânico para arborizar a cidade.

8.     No dia 24 de abril constata-se que Belo Horizonte já possui 16 advogados, 14 barbeiros, 23 botequins e uma fábrica de macarrão. Todos pagam o Imposto de Indústria e Profissões.

9.     No dia 3 de junho o primeiro circo, de nome High-Life e de propriedade da família Zoretti, se instala na esquina de Amazonas com Carijós onde hoje está o obelisco da Praça 7. No dia 20 daquele mês o inventor de nome Pretextado José de Almeida registra a primeira patente de Belo Horizonte: uma torneira adaptável a latas de querosene.

10.  “A melhor sociedade da Capital” faz a sua primeira quermesse no dia 14 de agosto.

11.  A primeira sessão do tribunal absolve Manoel Simões Vilas Bôas no dia 4 de novembro.

12.  A polícia registra o aparecimento do primeiro batedor de carteiras da rua da Bahia. Sua vítima é Misael da Costa no dia 17 de dezembro.

No comments: