Tuesday, November 08, 2011

Nacional e importado - Parte 2


Por outro lado, andam circulando na internet umas fotografias de um lugar qualquer onde se lê na parede “lã rause”. Seguiram-se comentários diversos do tipo “coitados desses ignorantes”. Suponho que esses defensores da ortografia inglesa deveriam escrever assim:

Ela aparou as unhas e guardou seu allikkát no toilette. Pendurou seu peignoir um pouco demodée no cabide, ligou seu velho abat-jour de vitraux vermelho e se aconchegou sob o édredon de zaitum, pronta para ler um pouco mais do seu almanakh favorito.

Ou talvez assim:

Meu team de football tem um back terrível: escorrega o tempo todo como se o gramado fosse feito de al-zuleij, faz penalties a granel e não sabe nem cobrar um corner direito.

Ou ainda assim:

Dei ciao ao mecânico e fechei o capot do meu Ford mas, quando checkei minha mochila, percebi que deixei lá dentro um pacote de spaghetto, meu tabuleiro de shatranj e meu bonnet novo!

2 comments:

sabina anzuategui said...

Ficou muito engraçado, =)
Parece um colunista dos anos 20.

Paulodaluzmoreira said...

Sabe que eu comecei com intenção de gozar a cara dos defensores da ortografia anglofônica mas até que gostei de escrever assim?