Friday, February 15, 2008

Nu

























Nu

A tesoura gelada rasga a pele,
solta a carne. O sangue corre quente,
cobertor de quando eu era menino.
Sobram as vísceras incandescentes.
Noventa e oito por cento do corpo
é feito de palavras, ascendentes,
infiltrando a laje em cima, cientes
do perigo de um crime perfeito
executado assim, sem alvará.

Só me admira quem não me conhece –
quem sabe de mim me evita:
minha peçonha escorre e pinica.
Eu não me presto.

Ilustração:
Naked Man, Back View, 1991–92
Lucian Freud
Tela; 183.5 x 137.5 cm

No comments: