Friday, August 15, 2008

Coisas óbvias

Às vezes o óbvio precisa ser dito e o novo livro de James Wood [How Fiction Works], apesar do título pretensioso, parece cheio dessas coisas óbvias que, pelo que vejo, preciusam ser ditas muitas vezes mais. Um exemplo: “Actually, first-person narration is generally more reliable than unreliable; and third-person ‘omniscient’ narration is generally more partial than omniscient.”

3 comments:

sabina anzuategui said...

Mas... a narração confiável em primeira pessoa, é um elogio ou não?

Paulodaluzmoreira said...

Taí uma boa pergunta! Tive um professor de literatura americano que achava que nós [os alunos de pós-graduação] éramos meio paranóicos, sempre desconfiando de tudo quanto fosse narrador, primeira ou terceira pessoa, que passasse pela mão da gente, de Balzac a Kafka a Borges ao que fosse.

sabina anzuategui said...

ah, eu sou tão boba que acreditei até na narração do filme "o sexto sentido"...