Saturday, January 05, 2013

Um estágio difícil de alcançar


Pintura em cerâmica de minha autoria - foto dos queridos amigos Magda e Pawel
"Os Feninos são impressionantemente selvagens e miseravelmente pobres: não têm armas, nem cavalos, nem casas; comem ervas do mato, vestem peles e dormem no chão: confiam só nas flechas, cujas pontas fazem com osso por falta de ferro. Tanto homens como mulheres vivem da caça. As mulheres acompanham os homens a todos os lugares e fazem questão de sua parte em tudo que conseguem. O único recurso para proteger seus filhos pequenos de feras selvagens ou chuva é um abrigo feito com galhos entrelaçados. É para aí que retornam os jovens e os velhos buscam abrigo. Eles acham que assim são mais felizes que os que urram empurrando seu arado nos campos, se esfalfam construindo suas casas ou especulam entre esperança e medo com dinheiro deles mesmos ou de outros. Não tendo nada a temer nas mãos de homens ou deuses, eles chegaram a um estágio difícil de alcançar: sequer precisam rezar pelo que quer que seja.
Além deste ponto tudo pertence ao reino da fábula: dizem que os Helusios e os Oxinios tem rosto e traços humanos mas tronco e membros de animais. Como isso não foi confirmado, deixo o assunto ainda em aberto."

Fennis mira feritas, foeda paupertas: non arma, non equi, non penates; victui herba, vestitui pelles, cubile humus: solae in sagittis spes, quas inopia ferri ossibus asperant. Idemque venatus viros pariter ac feminas alit; passim enim comitantur partemque praedae petunt. Nec aliud infantibus ferarum imbriumque suffugium quam ut in aliquo ramorum nexu contegantur: huc redeunt iuvenes, hoc senum receptaculum. Sed beatius arbitrantur quam ingemere agris, inlaborare domibus, suas alienasque fortunas spe metuque versare: securi adversus homines, securi adversus deos rem difficillimam adsecuti sunt, ut illis ne voto quidem opus esset.
Cetera iam fabulosa: Hellusios et Oxionas ora hominum voltusque, corpora atque artus ferarum gerere: quod ego ut incompertum in medio relinquam. 

Assim termina Germania de Tácito, o primeiro dos tratados etnográficos do ocidente, escrito no ano 98 DC e considerado por alguns [sensacionalistas] como "o livro dos mais perigosos de todos os tempos".

2 comments:

Anonymous said...

Ei! Tem uma caneca linda nessa foto! Quem fez?

Paulodaluzmoreira said...

;)