Saturday, December 08, 2007

Torcer por time de futebol é uma grande perda de tempo...

Torcer por um time de futebol é mesmo uma perda de tempo, como também são perda de tempo ver novela; passear no shopping center; decorar o hino nacional; acompanhar a moda; acompanhar as “novidades” da música popular que usam os mesmos quatro ou cinco acordes há décadas; sentir nostalgia por qualquer baboseira do passado como seriados de heróis japoneses; seguir a vida pessoal de gente “famosa”; ficar criticando o governo e os políticos sem nunca fazer absolutamente nada a respeito; conversar sobre o clima e o trânsito; ler notícias sobre desastres naturais há mais de cem quilômetros de distância da residência de qualquer pessoa do seu conhecimento; cantar loas de louvor a um bairro/cidade/estado/país qualquer; ficar olhando retratos de gente famosa, estejam elas peladas ou vestidas; ficar discutindo os atributos físicos de pessoas famosas ou não, gastar fortunas com um monte de baboseiras que prometem o impossível – fazer você parar de ficar mais velho; fazer a cama que você vai desfazer de novo na noite seguinte; pentear os cabelos que vão se despentear de novo; fazer a barba que cresce no dia seguinte; ter um animal de estimação qualquer e pior ainda tratá-lo como um ser humano; ter filhos só porque os outros têm filhos e pior ainda ter dois filhos só porque todo mundo diz que o seu menino precisa de um irmão; trabalhar mais do que o estritamente necessário e ficar acumulando capital ou gastando em reformas ou hobbies; viajar até Paris e sair correndo pelo Louvre afora tirando fotografias e se espremendo na multidão para olhar a Mona Lisa ou a Torre Eiffel sem nem ter nunca tido a menor disposição nem o menor conhecimento para apreciar artes plásticas ou arquitetura; gastar muito dinheiro comendo em restaurantes caros sem nem saber qual é a diferença entre uma polenta e um prato de angu; ficar horas e horas pesquisando e discutindo todas as filigramas mais insignificantes sobre vinhos, charutos, relógios, carros, selos, instrumentos musicais, bicicletas, etc.
Enfim, o melhor mesmo seria humano absolutamente medíocre ser completamente racional e comprar o caixão mais barato da praça, se meter lá dentro e pedir para alguém colocar a tampa em cima. Mas se ele fizesse isso, provaria que não é tão medíocre assim e que portanto deveria continuar vivo.
PS. Eu reconheço que também perco o meu tempo, por isso não procuro julgar a forma que os outros escolhem para perder o seu tempo. Ah, se todos soubessem que estavam só perdendo tempo...
[essa foi uma resposta a um bom texto anti-futebol do blogue "Liberal Libertário Libertino"]

No comments: