Thursday, September 25, 2008



Chegou
“Wait till I get him back
He won’t have a back to scratch”
Fiona Apple
Lá vem
vou entornar o caldo de novo
eu sei
vou perder de novo meu tempo
eu sei
de novo esse inferno todo
eu sei
mas não adianta falar
não adianta dar conselho
nem correr adianta agora
nem se eu pular pela janela
a pé
agora não adianta mais nada
eu estou a pé.

Eu sei como é
a fome dói aqui em cima
e aí vai
subindo uma dor nos quartos
e aí vai
os olhos e ouvidos se fecham
e aí a boca vai
se abrindo num grito medonho
que eu sei
espanta todo mundo que eu amo
eu sei
vai embora quem presta quem vale a pena vai
e eu sei
só ficam aqui do meu lado
nesse buraco que eu mesmo cavei
meus piores amigos
quem é ainda pior que eu
mas agora foi-se
azeite.
Eu não resisto
eu quero tanto
eu não consigo
eu não sei resistir
não sei sair disso
sair daqui
sair de mim
eu não sei não ser incondicional
me perdoa meu bem
mas eu não sei.
Lá vem
subindo quente rio acima
constante
esse fogo é esse fogo é fogo e aí
pronto
eu entro de novo pelo cano
eu sei
eu me arrebento todo lá embaixo
eu sei
explodindo quebrando arrebentando tudo
de novo eu sei
estúpido animal humano sou eu
eu sei
arrancando o cabelo pela raiz
de novo eu sei
imbecil duro o osso
careca de eu sei
queimando trocando os pés pelas mãos
na lama eu sei
é duro de roer esse meu osso
meu bem
estourando o balão cheio
outra vez na cara
do palhaço com o revólver na mão.
Lá vem
vou me estrepar outra vez
eu sei
perfeitamente bem
eu sei
eu vou me foder bonito outra vez
eu sei
mas me diz porque não?
porque não mais uma vez?
se eu não faço mal demais a ninguém
se eu não faço mal a ninguém mais
além de mim mesmo
se eu não faço sempre assim
se assim eu passo o tempo passa mais rápido
se assim eu não sou tão mal assim
no final das contas
no frigir dos ovos
se eu não tenho medo de sangue
se eu não tenho medo nenhum de mim
porque não mais uma vez?
Só mais uma vez
só mais uma
segura que lá vem
chegou.

No comments: