Wednesday, February 17, 2010

Poema meu


foto de Tony Lopes em http://i.olhares.com/data/big/73/731094.jpg
[cortei toda a gordura que achei possível mas quem sabe encontro mais para cortar semana que vem; revisei o texto todo com cuidado; e principalmente desisti de misturar prosa e poesia. O que é pior: alguém dizer que seus poemas são ruins, fracos, bobos e ninguém dizer nada? Cada silêncio pode ser presumido como vindo de alguém que acha o que vc faz uma merda, mas uma presunção é melhor ou pior que uma certeza nesse caso?]


Sobre o Amor




Uma aura quase cheiro de desastre:
dois olhos duros, amarelos, de gato,
me estudando, sóbrios, especuladores,
com a indiferença atenta de um bebê

Esse tipo aí, conheço pelo cheiro,
me atira um desses que moram em barco
e só comem camarão congelado.
Eu retruco afiado, seco, um jacaré:
caráter é carne, caroço e casca:
punhal de que não se vê o fio e o cabo.

Aceita o outro meu truco e pede seis:
negócio de amor é balela:
a gente só ama mesmo o que não tem;
e quando encosta um dedo de leve,
ele abre as asas e vai embora.

Respondi sucinto só:
o amor não morre;
ele vai embora,
e aí quem morre
é você, fulminado, carcomido,
cego, e pior:
sem nem saber que.
Só é corajoso
quem descrê da boa sorte.

Ele pediu oito:
esse amor, quando ele pega
bate a carteira dos dois e cai fora;
fica a carne pendurada
dos dois no açougue,
tentando, sozinha,
acender um fósforo
numa lata cheia d’água.

Azar.
Baixei as malas no chão
tranquei a porta do quarto
brigando com as chaves.
Quando me virei
lá estava ela,
nua, descalça,
nem vergonha, nem modéstia:
a fome.

4 comments:

sabina said...

bem, o comentário sob a foto é golpe baixo... agora fico até com vergonha de comentar, =)

bem, achei que o conjunto tinha um tom barroco, pelo tema e sonoridade.

mas algumas frases me intrigam: por exemplo, quem mora em barco e come macarrão congelado?

e o desastre, no primeiro verso, me lembrou o poema famoso da e. bishop (one art).

Paulodaluzmoreira said...

Eu e minha boca grande, Sabina! O comentário foi mesmo um tremendo golpe baixo. Ainda mais porque os seus comentários são valiosos para mim, pode acreditar. Eu às vezes fico até querendo comentar seus textos em e-mail ao invés de postar porque acho que tem gente que fica até irritada com eles achando que eu estou achando defeito. Mas sei lá, o propósito de um blogue não é jogar abertamente?

Paulodaluzmoreira said...

É "camarão gelado", mas a talvez eu mude para macarrão, ficou interessante até mais interessante :]!

sabina anzuategui said...

nossa, juro que li "macarrão"!

tenho uns amigos que moram num barco, e quando viajamos rola muito miojo e etc. talvez por isso minha confusão.