Saturday, October 27, 2012

Amor, adolescência e "costumes secretos" - Parte 2


N'este período tempestuoso, os paes que forem vigilantes devem observar com cuidado a physionomia, os gestos, as palavras, todos os actos dos adolescentes, para descobrir os novos sentimentos que se preparam. É então que nascem ou se aggravam costumes secretos, de que fallarei em outro logar (veja-se ONANISMO) e que tem sobre a saúde influencia muito perniciosa. Principiou nova existência. Mil particularidades moraes revelam esta revolução physica, na qual cada sexo se mostra debaixo de cores differentes. O menino, educado com costumes menos severos, menos pudicos, e naturalmente mais ousado, procura a sociedade das mulheres, sente que as ama mais, e não esconde muito a sua inclinação, ou deixa de a occultar. Entretanto, o amor contemplativo abre-lhe ordinariamente a scena amorosa. O adolescente que não foi corrompido pelas palavras ou exemplos de seus camaradas, faz uma divindade de sua primeira amante, e arde por ella de um amor discreto. A joven virgem, que uma solicitude esclarecida, pia, ou ao menos moral, tem constantemente cercado de sãs impressões, está agitada de mil sensações diversas, cuja fonte ignora; apenas se atreve a interrogar-se a si mesma, e busca dissimular. E por isso a alegria, a candidêz da primeira idade cede o logar a um ar de distracção, de embaraço; que não escapa a nenhum observador. Reconhece logo ella própria que prefere a sociedade dos moços á das companheiras, e que estes produzem n'ella um effeito insólito. D'aqui vem provavelmente, na presença d'elles, a postura contrafeita, a linguagem freqüentemente embaraçada, o olhar incerto, bem que expressivo, os movimentos de pudor, que coram e empallidecem alternadamente seu rosto.Perturbação bella, que denota uma alma que ama, mas ainda innocente.

No comments: