Wednesday, May 18, 2011

Recordar é viver: Arnold, o defensor da família americana

Em entrevista em 2001 para a revista Salon Arnold Schwarzenegger dizia:

"The parents are the single most important influence on a child, followed by education and the peer group" [...] "The number of single parents in the U.S. has quadrupled since the '60s, and there has also been an increase in violence and school shootings. All that stuff has increased largely because of a lack of parenting, and many households only have one biological parent -- so many of them are fatherless. It really creates a big problem."


4 comments:

Renata Cordeiro said...

Todo telhado é de vidro. rs

Paulodaluzmoreira said...

Na verdade é a famosa cara-de-pau dos políticos em campanha: o cara beija medalhinha, reza, papa óstia, carrega a Bíblia debaixo do braço, etc. Como dizia um político experiente: em eleição só há um pecado: perder. Nosso pecado é acreditar nesse papo-furado!

sabina said...

Bem, mas se ele teve um filho com a empregada e a manteve em casa... sua figura paterna estava acessível a todos!

Paulodaluzmoreira said...

É até um caso de oferecer ao garoto uma paternidade dupla, já que a mãe era casada e o marido trata o menino como fiho!