Tuesday, May 03, 2016

Tão perto, tão longe...

"Maman" de Louise Borgeois [1911-2010]

"Eu sou o meu trabalho. Eu não sou o que sou como pessoa."
Destruction of the Father, Reconstruction of the Father

Notas sobre Bergson


"... nós só estávamos tentando chegar o mais perto de ser tão rigorosos como leitores como o autor teve que ser para poder escrever a frase que lemos."
"Semiologia e Retórica" 

2 comments:

sabina anzuategui said...

Superbacana.

Paulodaluzmoreira said...

Legal, né?