Tuesday, December 04, 2012

Prosa minha


Instituto do Patrimônio Histórico de Montezuma

... the imagining of fraternity,
wihout which the reassurance of fraticide
cannot be born...
Benedict Anderson, 202

Em Montezuma há uma forma de lembrar o passado que funciona como a forma mais efetiva de esquecimento que eu conheço. Ao invés de ignorar um passado incômodo qualquer fingindo que ele não está ali fedendo na sala de visitas, essa nossa forma de lembrança faz o seguinte: toma-se o bicho com as mãos, arranca-lhe as tripas, enche-lhe com palha, joga-se-o de volta na cova onde ele estava, mija-lhe gasolina em cima e joga-se um fósforo aceso. Aí dançamos em volta do fogo por três dias e pronto: nove meses depois nasce na sala de jantar uma bela e frondosa estátua equestre, completa com capa, espada, escudo e coroa de louros. A ela adoramos, a ela louvamos, a ela dedicamos todos os pombos de Montezuma.


No comments: