Saturday, November 15, 2014

Ninguém muda ninguém?



Eu cá do meu canto acho que todo mundo muda todo mundo e quebra todo mundo e cola todo mundo, só que não tem muito controle sobre o que mundo e quebra e cola nem em quem a gente afeta ou não afeta. Eu cá do meu canto sou mudado e quebrado e colado, por exemplo, pelo jovem Lukács “A vida é uma anarquia do claro-escuro; nela nada se preenche totalmente e jamais algo chega ao fim; sempre se mesclam novas vozes, transtornadoras, no coro daquelas que antes ressoavam. Tudo flui e reflui, sem freios, numa mistura impura; tudo é destruído e tudo é desmantelado, jamais algo floresce até a vida verdadeira. Viver é viver algo até o fim, mas a vida significa que nada é vivido plena e completamente até o fim.” e por um conto de Beckett que me mandaram traduzir, com certeza sem a menor intenção de me mudar, quebrar e colar.

Foto minha: Marca
Niguém muda ninguém
andré dahmer



Eu que tentei tanto te mudar hahaha
Eu que tentei tanto te mudar hahahahaha
Mas ninguém muda ninguém
Ter você e quebrar você
Te colar, consertar você
Mas ninguém cola ninguém
Ser você, aceitar você
Dizer sim, encontrar você
Mas ninguém muda ninguém
Ser você, aceitar você
Dizer sim, encontrar você
Mas ninguém muda ninguém
Mas ninguém muda ninguém
Mas ninguém muda ninguém
Mas ninguém muda ninguém
Ninguém muda ninguém muda
(muda muda muda)
Ninguém muda ninguém muda
Ninguém muda ninguém muda
Ninguém
Ter você e quebrar você!

2 comments:

sabina anzuategui said...

linda a música. e bom comentário.

Paulodaluzmoreira said...

Apesar do nome infeliz ["Letuce"?], eles são ótimos, Sabina.