Tuesday, March 29, 2016

Um resumo da história do debate entre vegetarianos e carnívoros

William Hogarth - O the Roast Beef of Old England ('The Gate of Calais)


Diálogo imaginário entre defensores do vegetarianismo e da carne como alimento:


- O sangue dos animais alimenta a agressividade e crueldade nos homens.
- A carne abundante dá coragem e vitalidade aos homens para a sua luta pela vida.
- Carne causa problemas de saúde.
- Carne é uma fonte importante de proteína.
- 18% do efeito estufa é causado pela criação de animais de corte. 40% dos grãos cultivados no mundo são usados para alimentar animais de corte.
- A fome é uma questão de distribuição de renda e só não come carne quem não pode. O consumo médio de carne na China passou de uns 15 kilos por pessoa por ano a mais de 50 quilos em 25 anos.
- Os estadounidenses comem o dobro de carne dos chineses e têm muito mais câncer e diabetes.
- Os estadounidenses comem o dobro de carne e têm uma expectativa de vida maior que os chineses.
- Nada melhora nesse planeta enquanto continuarmos sendo essas sepulturas ambulantes de animais assassinados.
- Quando se abre a barriga dum peixe, é comum encontrar outros peixes da mesma espécie. São canibais, portanto, merecem ser comidos.
- Os animais são seres como nós e não merecem morrer só para nos alimentar.
- Os legumes e verduras também são seres como nós. É impossível viver sem matar alguma coisa para comer.
- Gandhi era vegetariano.
- Hitler era vegetariano.
- Carne tem gosto de sangue.
- Tofu tem gosto de papel.
- Insensível.
- Ignorante.

No comments: