Friday, January 25, 2008

Herói

Herói

Tudo nele é raso
e nunca vai além da próxima esquina:
rouba no preço, no peso,
na nota, no frete,
na engorda, na espera,
pedindo um dia a mais,
guardando um laço de fita
debaixo do colchão,
com água até o pescoço,
gastando o sofá puído
na frente da televisão:

Tiraram a menina do buraco.
Prenderam o assassino do banqueiro.
Vai faltar cerveja no carnaval.
Nasceu o bebê elefantinho.


O mesmo verme que rói os ossos dele
nos rói os ossos todos aos poucos também.

No comments: