Tuesday, February 10, 2009

A grande batalha entre o cérebro e o orgão genital

Li recentemente um artigo interessante sobre pesquisas sobre sexo, bem mais interessantes que os proverbiais questionários que povoam a imprensa com grandes “descobertas” sobre o comportamento humano.
Imaginem a seguinte pesquisa: indivíduos de quatro grupos, do sexo masculino e feminino que se auto-proclamam heterossexuais ou homosexuais são expostos a imagens e filmes que mostram:
1. Cena de sexo heterossexual
2. Cena de sexo homossexual entre homens
3. Cena de sexo homossexual entre mulheres
4. Cena de macacos fazendo sexo
5. Um sujeito musculoso correndo pelado na praia
6. Uma mulher atraente fazendo alongamento com roupas de ginástica

Homens e mulheres anotam em um questionário se sentem-se excitados e o quanto estão excitados por cada cena que aparece. Ao mesmo tempo aparelhos medem a circulação e pressão sanguínea dos orgãos genitais e a produção de muco nas paredes da vagina no caso feminino. Um dos grupos apresenta uma discrepância tremenda, digamos assim, entre a cabeça e o orgão sexual. Qual seria?

6 comments:

sabina anzuategui said...

Quem teria coragem de anotar que gostou dos macacos???

Paulodaluzmoreira said...

Pois eh, teve gente que gostou de tudo - mas nao disse! Se bem que eu nao sei se a gente pode falar assim. Afinal um comichao que passa desapercebido eh um comichao mesmo assim?

sabina anzuategui said...

É como o desenho que o Bart Simpson assiste: "Comichao e Coçadinha"!

Ewerton Martins Ribeiro said...

HAHAHA! Essa com certeza é uma pesquisa interessante. O problema é ter coragem de participar: vai que o cara é homo e não sabe? Ou mais complicado ainda: vai que um cara que se proclama gay assiste o filme do cara correndo na praia e não sente nada? Rs...

Paulodaluzmoreira said...

Pois eh, a tal pesquisa, conduzida aqui nos EU deu a maior discrepancia entre paises baixos e paises altos para as mulheres em geral, que mostraram nos paises baixos agum tipo movimentacao mesmo nos momentos mais improvaveis [por exemplo: lesbicas se excitavam com o homem; heterossexuais com os homens gays, etc]. Eu ca pra nos pensei que talvez o aparelhinho masculino seja menos preciso que o feminino...

Gustavo Galizzi said...
This comment has been removed by the author.