Sunday, May 17, 2009

Por causa de Guimarães Rosa

Quando estava escolhendo meu tema de dissertação me lembrei de um professor de graduação que tinha me dito: "se você vai escrever sobre alguma coisa, tenha certeza que você vai escolher alguma coisa que você goste muito". Acho que além de apreciação subjetiva, certas escolhas governam suas leituras e atividades de formas ainda mais complexas.
Por causa de Guimarães Rosa, estou lendo um livro interessantíssimo sobre os Ciganos. Escrito por um belga, Jan Yoors, que saiu de casa aos 12 anos com a permissão dos pais para vagar pela Europa com um bando de Romas por dez anos.
Por causa de Guimarães Rosa também estou lendo The Tradition of Female Tranvestism, um estudo sobre 119 mulheres apontadas em arquivos como tendo vivido pelo menos uma parte da vida transvestidas de homens nos séculos 17 e 18.
Por causa de Guimarães Rosa já pesquisei lagartas do Congo, venenos usados por escravos de casa para "amansar seus amos", facas sorocabanas, gírias lusitanas para "raparigas assanhadas", etc
Por causa de Guimarães Rosa estou indo para o México em junho dar um curso na UNAM - não perco uma hora de sono por causa da gripe suína mas as aulas em espanhol em compensação...

6 comments:

Fred said...

De tudo isso que você falou aí, acho que só conheço as facas sorocabanas. Se acontecer de você estar por aqui em um novembro qualquer, a gente podia ir ver algumas no SPKS (São Paulo Kife Show. São facas artesanais lindissimas. Verdadeiras obras de arte.

sabina anzuategui said...

nossa! depois dizem que a vida intelectual é enfadonha...

Paulodaluzmoreira said...

Novembro para mim é praticamente impossível, Fred. Mas vi umas facas sorocabanas na internet que me pareceram mesmo muito interessantes.

Paulodaluzmoreira said...

A culpa é do GR, Sabina...

Tania Alegria said...

Bendita influência de Guimarães Rosa. Eu, por causa de Gabriel García Márquez, dei um giro de 180 graus na minha vida. Os outros 180 continuaram sendo e pensando em português.

Desde Lisboa uma saudação cordial e um abraço amigo.

Tania Alegria

Paulodaluzmoreira said...

García Márquez também é o fino, Tania. Acho que é por isso que a gente chama um escritor de grande...