Friday, March 04, 2011

Em clima de Alalaô no gelo: Livros e Calcinhas?




Sexta de carnaval. Meu termômetro marca 4 graus positivos, mas ainda são três da tarde...

Amanhã na Inglaterra vão comemorar uma "Noite dos Livros" e na primeira página do site do The Guardian tem uma matéria interessante com sugestões de escritores sobre o que dar, inclusive com dicas de livros infantis.


Enquanto isso a Inglaterra também aparece hoje com destaque na primeira página do site do "Estrago de Minas": "Mais de 150 calcinhas são doadas para carnaval feminista na Inglaterra".

É como diz aquela velha canção: "quem te conhece não esquece jamais, ó Minas Gerais..."



5 comments:

Diego Viana said...

Paulo, esse negócio de carnaval no frio me traz à lembrança as experiências mais frustrantes...

Renata Cordeiro said...

Ah, o verão aqui tb já se foi. Eu acho muito estranho esse carnaval em março (mais estranho, porque todo carnaval é estranho).

Paulodaluzmoreira said...

É o famoso "Alalaô on the Rocks", amigos! Fui dar uma volta pelo quarteirão ontem à tarde e voltei para casa gelado - uso apesar de estar usando 3 camisas, uma blusa, um casaco e meu indefectível "chapéu do Chaves" que me custa muita gozação aqui em casa mas me esquenta as orelhas. Pior que a neve quase toda derreteu faz uns dias e eu ainda encarei uma partida de "gol-a-gol" com meu filho no quintal aqui de casa. Difícil ser bom goleiro com as mãos no bolso, né?

Paulodaluzmoreira said...

Agora, simpática essa iniciativa inglesa, né? Cheira um pouco a oportunismo consumista do tipo "dia dos pais" mas divulga a leitura e o costume de presentear com livros. Chama a atenção a idéia de um "World Book Day" porque parece um esforço para lutar contra a insularidade do meio cultural anglo-saxão, mas as sugestões dos escritores são quase todas de livros ingleses...

sabina anzuategui said...

eu não tinha lido isso... fiquei com vontade de ler o livro sugerido pela margaret atwood (the gift), e ao mesmo tempo com medo... será uma especie de auto ajuda p/ artistas mal remunerados?