Thursday, May 22, 2008

Pequena Homenagem a Francisco Cervantes



Francisco Cervantes era um mexicano que amava o Brasil com a mesma intensidade com que eu amo o México. Eis aí uma pequena amostra da sua poesia:










Mínimo homenaje a Burle-Marx


Una mañana al despertarme
Me asaltó el cielo más azul
Que pude imaginarme…
Pensé: ¡Qué azul más
Digno de Burle-Marx
Y sus jardines!
Y el azul, con sus alas,
Buscaba en los confines
Los jardines de Burle Marx.

2 comments:

sabina anzuategui said...

Que bonito. O Parque da Cidade, em São José dos Campos, tem paisagismo dele. É um dos parques mais bonitos que já vi.

Paulodaluzmoreira said...

Acho comovente, lisonjeiro mesmo, a admiração sensível que Francisco Cervantes tinha pelo Brasil e pela literatura em língua portuguesa. Para mim ele é um exemplo de como abordar uma cultura estrangeira: com reverência crítica, coisa que só é possível com amor.