Friday, September 26, 2014

Música: Djavan em plena forma



Vive
Djavan

É inútil 
chorar,
noites enveredar,
ruir, 
por nada 
assim.

Minha vida é sua
como marinheiro do mar.
Sofrer, 
não há 
porquê.

Desencana, meu amor.
Tudo seu é muita dor.
Vive.
Deixa o tempo resolver
o que tem que acontecer
Livre.

Tanto o que eu sonhei
nos amar à pleno vapor.
Tanto o que eu quis
Fazê-la 
estrela
da sagração de um ser feliz.

Desinflama, meu amor.
Do seu jeito é muita dor.
Vive.
Deixa o tempo resolver
se tiver que acontecer,
vive.

Desencana, meu amor.
Tudo seu é muita dor.
Vive.
Deixa o tempo resolver
o que tem que acontecer
Livre.

Apenas três instrumentos: bateria, contrabaixo e piano, todos sincopadamente lacônicos, perfeitamente integrados ao clima de exaltação à simplicidade da letra, com destaque para o contrabaixo que abre espaços com os seus silêncios sem abrir mão de uma "pegada" forte no ritmo. E dizer que a interpretação concentradamente despojada do Djavan é melhor que a da Maria Bethânia para a mesma canção é suficiente para explicar o quanto eu gosto do Djavan cantando aqui. Há quem diga que a MPB está em decadência. Decadência é escolher não dar destaque nos meios de comunicação - principalmente os meios entregues a concessionários do rádio e da televisão - a uma produção com essa força. Quem tem disposição para dar dois passos além banca cheia de fruta meio passada que eles nos oferecem de bandeja encontra coisas da melhor qualidade sendo feitas hoje mesmo. Enfim, melhor mesmo é desencanar e ser feliz.

1 comment:

Tudo de Novo Outra Vez said...

Minha primeira banda de rock acabou quando eu disse aos meninos que estava cansada de solinhos de guitarra e queria acordes como os do Milagreiro. rs.. Djavan faz minha cabeça, digamos, desde que eu era criança e ouvia Oceano sair da tv enquanto mamis assistia à novela Top Model. Eu devia ter uns quatro anos, sei lá. Adoro essa economia sonora dele. Quem toca sabe que menos é mais sim, exige uma precisão cirúrgica. Esses arranjos minimalistas sempre foram a minha meta. E a letra dessa canção (é nova? eu não conhecia!) Que letra!
(Tata)