Monday, September 29, 2014

Receita para a fama fácil num país de MANÉS

Receita para a fama fácil num país de Manés:
Bizarro por bizarro eu fico com Gaby Amarantos
Ser um candidato bizarro que tem menos de 1% da intenção de voto e dizer um monte de babaquices num debate qualquer num espaço já absolutamente desproporcional
só para vcs ficarem todos aí arrancando os cabelos, batendo a mão no peito e praticando o uso indiscriminado de adjetivos "contundentíssimos" [ou seriam "contundentérimos"], basicamente REPERCUTINDO sem parar o discurso do cara a torto e a direito, transformando um Zé Ninguém em um novo Bolsonaro que, nas próximas eleições, garanto que se elege deputado federal fácil.

Levir por Levir fico com o Culpi...

E enquanto isso, do outro da sala da injustiça... ah, os trotskistas... você mete cinco num Chevette para ir do Rio de Janeiro até Belo Horizonte e antes de chegar a Petrópolis já são três facções que, é claro, se odeiam profundamente. Cada uma delas com seu menos de 1% de intenção de votos, é claro...

No comments: