Thursday, May 28, 2015

Sobre a solidão, com uma navalha afiada

Seguindo uma sugestão certeira de um amigo mexicano no Feis, assisti no Netaflica o filme Ano Bissexto, de 2010, quando ganhou a Camera d'Or, prêmio dado em Cannes a diretores iniciantes. Michael Rowe é um australiano que escolheu o México como casa quando tinha 23 anos, tendo estudado roteiro com Vicente Leñero, que tem no currículo vários excelentes trabalhos para cinema como O crime do Padre Amaro.
O filme é fortíssimo e tem como destaque a atriz Mónica del Carmen, que se entrega ao papel muito além do que a gente espera de uma atriz de um filme qualquer. Também me chamou a atenção a fotografia e posta em cena preciosas num apartamento absolutamente ordinário na cidade do México. E o uso nada apelativo de cenas gráficas de sexo e violência.

Parece que Rowe quer fazer uma trilogia sobre a solidão. Estou louco para ver o segundo filme, que já saiu, Manto Acuifero.
Aqui os trailers:



No comments: