Wednesday, May 29, 2013

Escavando notas: ignorância e alienação

Simón Bolívar
Disse Simón Bolívar num discurso famoso na Venezuela em 1819:
 
"La esclavitud es la hija de las tinieblas; un pueblo ignorante es un instrumento ciego de su propia destrucción; la ambición, la intriga, abusan de la credulidad y de la inexperiencia de hombres ajenos de todo conocimiento político, económico o civil; adoptan como realidades las que son puras ilusiones; toman la licencia por la libertad, la traición por el patriotismo, la venganza por la justicia."

Assino embaixo, mas há que substituir "ignorante" por "alienado", um estado que não se resolve necessariamente com escolaridade. A escola pode combater a ignorância e promover a alienação e assim nos educamos mas continuamos instrumentos cegos de nossa própria destruição.  

2 comments:

Norma de Souza Lopes said...

Sou testemunha de que a escola, aparelho de suposta educação, é na verdade aparato de alienação. E nós, talvez os únicos intelectuais a que essas margens "escravizadas" tem acesso, devemos formar revolucionários enquanto fingimos cumprir tarefas.
Bom dia Paulo

Paulodaluzmoreira said...

Bom dia, Norma. É bom que a gente chame a atenção para isso, porque muita gente acha que o nível de escolaridade em si resolve todos os problemas do mundo.